Um roteiro para Okinawa: a ilha da fantasia. Parte 1: História e as praias de Tokashiki

O Japão possui lugares com paisagens maravilhosas que nos convidam a fazer passeios inesquecíveis, e as ilhas de Okinawa, com certeza, entram para essa lista. Ao chegar ao arquipélago, já somos surpreendidos pelos funcionários do aeroporto vestindo camisas floridas (como aquelas havaianas), trazendo um ar de leveza, um sinal de que a estadia será tranquila e relaxante. O clima nos traz uma sensação de paz, bem-estar e harmonia. Não à toa, é um dos lugares do mundo que mais tem habitantes centenários.

A capital de Okinawa é Naha que, apesar de não ser um centro urbano moderno e agitado como Tóquio, oferece uma boa estrutura para receber o grande número de turistas, tanto japoneses quanto estrangeiros. As companhias aéreas japonesas ANA e JAL oferecem voos regulares que saem de Tóquio, Osaka e Kyoto. Mas se você prefere desembarcar do exterior direto em Okinawa, também há essa possibilidade, porém pode ser um pouco mais caro.

Mas por que ir para Okinawa??? Ahhhh, amiguinhos, pois trata-se de um dos lugares mais bonitos que existem na Terra, um pedacinho do paraíso. Vamos a alguns dos pontos turísticos que o visitante precisa conhecer (o roteiro foi dividido em 2 partes, porque é muita coisa boa que tem lá):

Para os amantes de história, Okinawa é um lugar perfeito, pois possui vários pontos turísticos que retratam a sua trajetória desde antes de ser parte do Japão até a Segunda Guerra Mundial.

É isso mesmo, camaradinhas, o arquipélago nem sempre foi parte do Japão. Antigamente era o Reino de Ryukyu – com idioma, religião e práticas culturais próprias. Em 1879, o rei foi deposto e o arquipélago anexado definitivamente ao Japão.

Vista do porto de Naha

Bom, como eu disse, Okinawa é um dos lugares mais paradisíacos que existem, e vocês confirmarão essa afirmação ao visitar as outras ilhas de Ryukyu, como a deslumbrante Tokashiki.

A apenas 70 minutos de barco desde Naha, Tokashiki pode ser uma opção de visita de um dia aos turistas com pouco tempo (e dinheiro), e que não querem/devem perder essa experiência realmente fantástica. Depois de desembarcar na ilha, os visitantes ainda precisam tomar um ônibus que os leva ao outro lado. Neste momento também podemos usufruir da paisagem vegetal, mostrando que a beleza está por todos os lugares.

Ao descer do ônibus e caminhar em direção à praia, vamos sendo tomados pela emoção, o ar vai ficando escasso e somos incapazes de fechar a boca: é lindo! É lindo demais!

A partir daí, o visitante fica à vontade para fazer o que quiser: nadar, mergulhar, praticar stand-up, sentar-se na areia e só olhar, caminhar pela praia, entre outras coisas. Não há uma estrutura enorme como vemos em algumas praias brasileiras, mas acredito que isso torna o lugar ainda mais gostoso.

Há alguns mirantes próximos à praia, onde novamente somos tomados pela emoção ao ver a imensidão daquele mar que possui tons de azul, às vezes mais claro e outras mais escuro.

Gostou? Quer conhecer Okinawa? Seguem alguns links com informações de como chegar, localização e etc.

https://www.japanhoppers.com/pt/kyushu_okinawa/naha/kanko/217/#

https://churaumi.okinawa/en/

https://www.japanhoppers.com/pt/kyushu_okinawa/itoman/kanko/216/

https://okinawando.wordpress.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s