Futebol feminino no Japão: como é?

Após a vitória da seleção japonesa na Copa do Mundo de futebol feminino em 2011, muitos olhares se viraram para o país.

Como um país com pouca tradição no futebol masculino conseguiu este feito extraordinário no futebol feminino? Feito jamais alcançado pela sempre forte seleção brasileira!

Um dos motivos é a existência de uma sólida liga nacional de futebol: a L. League (ou Nadeshiko League-なでしこリーグ).

A liga existe desde 1989 e hoje conta com 3 divisões!

Alguns times dominam a liga e têm uma boa base de torcedores. O maior campeão é o NTV Beleza (o Beleza do nome do time vem do português mesmo!).

Com essa estabilidade e profissionalismo, não foi surpresa que a seleção se tornasse uma potência e conseguisse o título mais valioso do futebol.

E, conforme a J-League (liga masculina), os times contam com escudos criativos e muitos nomes ocidentais. Destaques para os nomes originados do português: o já mencionado NTV Beleza, Nagano Parceiro, Orca Kamogawa e Okayama Charme. Abaixo tem as imagens de alguns escudos dos times.

No Museu do Futebol de Tóquio tem diversas informações e fotos sobre a história do futebol feminino no país. Desde os primórdios de caráter amador até o título mundial de 2011.

Troféu da Copa do Mundo de 2011 exposto no Museu do Futebol

O site oficial da liga é este aqui:

http://www.nadeshikoleague.jp/

Lembrando que neste ano tem Copa do Mundo de futebol feminino em junho, sediada na França.

Brasil e Japão irão disputar o torneio.

Segue o site oficial da Copa do Mundo:

https://www.fifa.com/womensworldcup/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s